quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Sopro de ar-te



Num sopro ou aspiração
tudo se aproveita,
tudo se recicla,
tudo o que move é vida.
Gaitista feito um fole,
produz nota mole,
entra no ouvido
e fica.
Música é pra encaixar;
música que no ar,
te inflama,
sendo volátil, mistifica.
Inútil querer explicar,
a dança dentro sem par,
quando a nota acerta lá
e te arrepia.
 


2 comentários:

  1. sim
    tudo se recicla e tudo se renova
    e neste tempos de crise
    o velho reciclado vira novo

    um bom fim de semana.

    um beijo

    ResponderExcluir